Sábado, 1 de Janeiro de 2011

Notícia Esporádica

Anjana é uma chimpanzé que adoptou dois tigres brancos na época em que o furacão Hanna destruiu o estado da Carolina do Norte, EUA. A mãe dos bichanos ficou tão estressada com a chuva e o vento forte que precisou ser retirada do zôo para cuidados especiais. Eis que surge uma macaca  para cuidar dos tigres com todo seu amor!

Publicado por Reino Animalis às 09:30
Link | Comentar | Ver comentários (5) | Favoritos
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

Koala

Características:

Os koalas são marsupiais arborícolas, fazendo das árvores uma espécie de casa, e maioritariamente nocturnos, vivendo isoladamente. O seu tipo de floresta preferido para viver são os eucaliptais; é das folhas do eucalipto que retira praticamente toda a água que precisa e isso que lhe valeu o nome de koala - quer dizer que não bebe.

 

 

Distribuição:

É localizado no este australiano, apesar de já terem sido introduzidos no resto do continente e em ilhas próximas deste.

 

Alimentação:

Os koalas alimentam-se essencialmente de folhas, preferindo as de ucalipto.

 

Gestação e maturidade sexual:

Após cerca de um mês de gestação, nasce uma cria que se aloja na bolsa da mãe e aí permanece durante mais seis meses.

 

Tamanho e esperança média de vida:

Estes animais vivem cerca de 15 anos e podem medir cerca de 60cm, chegando a pesar 12kg.

Publicado por Reino Animalis às 08:27
Link | Comentar | Ver comentários (6) | Favoritos
Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010

Carcaju

O carcaju é um mamífero também conhecido como glutão. É um animal omnívoro. Exteriormente assemelha-se a um pequeno urso com cauda. Tem focinho e pescoço curto e orelhas pequenas e arredondadas. A pelagem é castanha fulva e negra, muito densa, impermeável e resistente ao frio. O carcaju pesa até 30 kg e mede em média 70 a 110 cm de comprimento, excluindo a cauda que chega aos 20 cm.


O carcaju é encontrado em florestas e e planícies abertas, desde o norte do Círculo Ártico até a fronteira entre Estados Unidos e Canadá. Também aparece nas montanhas de Sierra Nevada, na Califórnia (EUA). É um animal noturno que nunca hiberna. Apesar de seus movimentos parecerem desajeitados, o carcaju pode se deslocar com muita rapidez. Geralmente viaja sozinho, exceto durante a temporada de acasalamento. De Janeiro a Abril, a mãe dá a luz de 2 a 4 filhotes. Carcajus comem ovos de pássaro, frutas vermelhas, e qualquer animal que consigam matar. Não havendo comida disponível, podem se alimentar da carcaça de animais mortos, e são capazes de roubar a isca de armadilhas deixadas por caçadores.

O carcaju é um animal tímido em relação ao homem, mas extremamente corajoso e agressivo nas relações com outros animais selvagens. Os carcajus atacam animais presos em armadilhas e são conhecidos casos em que roubaram presas a matilhas de lobos e até a ursos polares.

A época de reprodução decorre durante o verão, mas a implantação dos embriões no útero é atrasada até ao início do Inverno. A gestação só é bem sucedida se a fêmea tiver acesso a uma fonte abundante de alimentos. As crias nascem na Primavera em ninhadas de 3 ou 4 e desenvolvem-se muito rapidamente. Ao fim de um ano, os juvenis adquirem o tamanho adulto e a maturidade sexual. Os glutões podem viver até aos 13 anos.


Embora tenham sido bastante numerosos no passado, o carcaju tornou-se um animal raro devido ao excesso de caça, movida por sua pele e também porque alguns o consideram uma praga.

Publicado por Reino Animalis às 10:06
Link | Comentar | Ver comentários (3) | Favoritos
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Opossum

Características:

Os opossums têm um focinho pontiagudo, bigodes tal e qual como um gato, e a sua pelagem varia entre os tons cinzentos e castanhos. Tirando a época de acasalamento, eles são animais muito solitários – cingindo-se a um pequeno território que delimita com ramos impregnados do seu próprio cheiro -, tudo o que precisam para sobreviver é comida e água em abundância. Normalmente, por cada época de acasalamento só se produz uma cria.

 

Alimentação:

Comem de tudo um pouco: folhas, ovos, aves recém-nascidas, insectos…

 

 

Distribuição:

Apesar de serem encontrados em outros pontos do planeta, sendo marsupiais, e assim como todos os outros marsupiais, estes animais são provenientes da Austrália.

Publicado por Reino Animalis às 10:04
Link | Comentar | Ver comentários (4) | Favoritos
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Garrano

História:

“Garrano” deriva de "gher", que significa "baixo” ou “pequeno" e que originou a palavra "guerran" que significa cavalo em galego.
O Garrano é a raça de cavalos portuguesa mais antiga, estando presente no Norte de Portugal desde tempos pré-históricos. Pode inclusivamente ser encontrado em pinturas rupestres um cavalo muito semelhante ao Garrano, o que nos leva a pensar que de que este pónei sofreu poucas alterações ao longo do tempo. Durante muito tempo, o Garrano foi utilizado pela população na agricultura e como cavalo de transporte e sela. Chegou ainda a prestar serviços no exército.

Características:

Quando se começou a ganhar consciência da necessidade de preservar estes cavalos, redescobriu-se o temperamento dócil e amistoso dos Garranos que os tornam ideias para crianças.
São de treino fácil e dão-se bem terrenos montanhosos.
Fortes e resistentes, estes cavalos suportam bem os rigores do tempo transmontano.

 

Pode medir até 1,40 e pesar até 200kg.

Publicado por Reino Animalis às 08:03
Link | Comentar | Ver comentários (5) | Favoritos
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Esquilo

Características:

Os esquilos são mamíferos roedores que vivem nos cimos das árvores, conseguindo saltar de ramos em ramos que estejam a 5m metros de distância. As suas presas são extremamente fortes. Podem ter 10 crias por ninhadas e, em estado adulto, podem medir cerca de 30cm.

 

Distribuição:

Estão espalhados por praticamente todo o mundo, por sítios onde os climas são amenos.

 

Alimentação:

Os esquilos gostam de comer nozes, bolotas, frutas e sementes.

 

Curiosidade:

Os olhos dos esquilos são grandes e têm um alto poder de focagem; para além de verem o que está à sua frente também consegue ver parte do que está atrás de si.

Para encontrarem as nozes que escondem, os esquilos descascam-nas e lambem-nas o esfregam na barriga. Quando as quiserem desenterrar basta seguir o cheiro!

 

Publicado por Reino Animalis às 07:34
Link | Comentar | Ver comentários (1) | Favoritos
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

Teiú

Comportamento:

Os Teiús são animais agressivos que podem ser acostumados aos humanos se forem habituados desde pequenos. Nos primeiros tempos, mostram-se receosos e um pouco ariscos, mas depois de se adaptarem ao dono, tornam-se dóceis e tranquilos. São animais de origem americana e podem viver até aos 25 anos, podendo atingir 500 cm.

Alimentação:

Os Teiús são omnívoros, ou seja, necessitam de uma dieta variada e equilibrada. Devem comer vegetais, fruta, mas também proteína animal que pode ser obtida através de pequenos insectos ou mesmo ratos.
Apesar de muitos animais não apreciarem particularmente fruta e vegetais e preferirem comer carne, ovos, frango e peixe, os alimentos verdes têm um papel importante na sua dieta. Deve, por isso, ser oferecida juntamente com os alimentos atrás referidos uma salada de vegetais e fruta fresca ao animal. Ao contrário das Iguanas Verdes, que são herbívoras, os Teiús necessitam de proteína animal, por essa razão alguns criadores optam por oferecer ratos recém-nascidos congelados aos Teiús a partir dos 6 meses.



Publicado por Reino Animalis às 17:56
Link | Comentar | Ver comentários (1) | Favoritos
Sábado, 11 de Dezembro de 2010

Lobo-Ibérico

Características:

O lobo-ibérico é uma das subespécies do lobo encontrada, tal como o nome do animal indica, na Península Ibérica. Em Portugal, o número de indivíduos ronda os 300; aumentando no Outono com o nascimento de crias.

Estes lobos são um pouco menores que a espécie da qual advém e, enquanto que os machos podem medir até 1,80m – pesando até 40kg –, as fêmeas medem até 1,60m -pesando até 35kg.

Tem orelhas triangulares e pequenas, olhos cor de mel e a coloração da sua pelagem ronda as cores térreas, o preto, o cinzento e o branco.

 

 

Alimentação:

Sendo animais carnívoros alimentam-se, para além de carne de animais já mortos, de javalis, veados, ovelhas, cabras, galinhas…

 

Esperança média de vida:

Aos 10 anos os lobos-ibéricos já são considerados velhos, porém, os que vivem em cativeiro conseguem viver quase até aos 20 anos.

Publicado por Reino Animalis às 11:23
Link | Comentar | Ver comentários (9) | Favoritos
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

Diabo-da-Tasmânia

Características:

O diabo-da tasmânia tem pêlo escuro com uma risca clara perto da garganta; as suas mãos têm cinco dedos, enquanto que os seus pés têm apenas quatro. O seu nome popular diabo advém das suas presas e dos sons nocturnos (que são considerados fantasmagóricos), no entanto, este diabo tem medo quando os humanos se aproximam, sendo um animal bastante simpático.

O maior diabo-da-tasmânia encontrado tinha 80cm de comprimento e 30cm de altura. Estes animais, numa fase adulta, podem pesar 12kg.

 

 

Distribuição:

Apesar de ser originário da Austrália, este marsupial foi extinto do continente, sendo apenas encontrado – em estado selvagem – na ilha Tasmânia.

 

Alimentação:

O diabo-da-tasmânia alimenta-se de répteis, aves, mamíferos e até mesmo frutas. Raramente acontece, mas, por vezes, comem animais de rebanhos (escolhendo sempre os que estejam doentes); além disso, também comem os parasitas que se instalam no exterior do corpo dos animais de rebanho (não os matando).

 


Doenças:

Entretanto, apareceu uma doença contagiosa, uma espécie de câncro facial, que os impede de comer, elevando a mortalidade dos animais, uma vez que os cientistas ainda não descobriram a cura. Estima-se que, em certas áreas da Tasmânia, 83% da população dos diabos-da-tasmânia sofrem desta doença. Felizmente, em Março deste ano descobriu-se uma população destes animais que é imune a esta doença e estão a tentar desenvolver uma vacina que proteja os restantes que não são imunes.

 

O diabo-da-tasmânia mais famoso é o Taz do Looney Tunes!

Publicado por Reino Animalis às 11:15
Link | Comentar | Ver comentários (12) | Favoritos
Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2010

Bisonte europeu

O bisonte é o maior mamífero terrestre da Europa. Medem 2,9 metros de comprimento e medem entre 1,80 a 1,90 metros de altura, podendo chegar a pesar 900 kg. Mesmo assim é menos corpolento que o bisonte americano.

 

Habitat:

O bisonte europeu vive em florestas.

 

 

Conservação:

No início do século XX chegou a ser extinto. Hoje é um animal em estado de perigo de extinção. Actualmente existem apenas duas manadas selvagens em toda a Europa. Ambas vivem na floresta de Bialowieza, uma reserva entre a Polónia e a Bielorrússia.

Publicado por Reino Animalis às 08:02
Link | Comentar | Ver comentários (18) | Favoritos

Reino Animalis


ver perfil

seguir perfil

. 4 seguidores

Nome do blog: Reino Animalis

Desde: 1 de Dezembro de 2010

E-mail: reino-animalis@hotmail.com

Gerentes: Dahlie e Teresa

Visitas:

contador desde 1 de dezembro de 2010
contador de visitantes

Pessoas que estão a ver o blog neste momento::

Pesquisa

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

animais aéreos

animais aquáticos

animais domésticos

animais selvagens

animais terrestres

aves

blog

cães

cavalos

chat

conta-nos

curiosidades

gatos

imagina que...

mamíferos

marsupiais

notícia esporádica

omnívoros

répteis

roedores

sim ou não

tartarugas

video da semana

todas as tags

Afiliados